AÇÃO POLICIAL

Treinamento intensivo prepara policiais civis para cumprimento de Mandado de Alto Risco e Técnicas de Abordagem em Zona Rural

Nesta semana, policiais civis do Tocantins estão passando por treinamento intensivo liderado pelo Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote). A capacitação teve início na terça-feira, 25, e se  encerra nesta quinta-feira, 27, às 17h.

O treinamento envolve policiais das delegacias especializadas ligadas à Diretoria de Repressão à Corrupção ao Crime Organizado (Dracco), com o objetivo de capacitar os agentes de segurança para lidar com situações de alto risco e ambientes de zona rural.

Segundo o delegado Rildo Barreira, diretor do Gote, o treinamento não se limita apenas a simulações padrão, mas também, a simulações específicas como emboscadas e confrontos em ambientes de mata. “É importante padronizar as ações das unidades participantes, garantindo que, em caso de operações conjuntas no futuro, todos os policiais estejam igualmente preparados”, explicou.

O delegado Afonso Lyra, diretor da Dracco, enfatizou a necessidade contínua de treinamento para as divisões policiais especializadas. Ele destacou que essas iniciativas são essenciais para garantir que os policiais estejam sempre prontos para enfrentar e combater o crime organizado.

“Este treinamento é parte de um esforço contínuo para melhorar a preparação das forças policiais diante das crescentes complexidades e desafios impostos pelo crime organizado. Saímos daqui mais preparados e confiantes para lidar com situações semelhantes às que enfrentamos nas simulações que ocorreram nos últimos três dias”, pontuou o diretor da Dracco.

Ariston Ribeiro de Araújo é coordenador de operações e instrutor do Gote e explicou que a ação conta com a participação ativa de delegados, agentes e escrivães de polícia. As atividades do treinamento incluem simulações de confrontos dentro de veículos, emboscadas e cumprimento de mandados de prisão de alto risco, todas adaptadas para refletir as situações reais enfrentadas em campo.

“Vinte e cinco policiais civis que atuam, principalmente nas delegacias especializadas ligadas à Dracco, estão participando ativamente deste treinamento. A iniciativa propõe não apenas aprimorar as habilidades individuais dos policiais, mas também fortalecer a cooperação e a eficácia das operações conjuntas entre diferentes unidades”, destacou o coordenador de operações.

O treinamento abrangeu as disciplinas de Cumprimento de Mandado de Alto Risco (CQB); Abordagem Policial – Emboscada e Contra Emboscada e Técnicas de Abordagem em Zona Rural. A metodologia envolveu aulas teóricas, estande de tiro e progressão em mata/floresta.

Estão participando do treinamento a Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC), Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (DENARC), ligadas à Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO).

Larissa Mendes/ Governo do Tocantins