Araguaina

Mais de 22 mil alunos devem renovar matrículas em Araguaína

Para garantir a vaga para o ano letivo de 2020, os pais de mais de 22 mil alunos deverão realizar a renovação da matrícula de seus filhos nas escolas e creches da Rede Municipal de Ensino de Araguaína. Para isso, basta ir até a secretaria da unidade de ensino no horário das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas e assinar a ficha de rematrícula da criança. O prazo para a renovação iniciou nessa segunda-feira, 9, e termina no próximo dia 20 de dezembro.

“É importante que as famílias fiquem atentas à data limite para a renovação, pois queremos que todos os alunos que pertencem a nossa rede possam garantir a continuidade dos estudos”, afirmou o superintendente da Educação, Railon Borges.

Matrículas para novatos
Já para os alunos novatos, o período de matrículas será de 6 a 20 de janeiro de 2020. A Prefeitura de Araguaína disponibilizará, na zona urbana, cerca de 3.500 novas vagas para alunos na Educação Infantil e Ensino Fundamental 1, do 1° ao 5° ano.

Na zona rural, serão mais 800 novas vagas distribuídas nos níveis da Educação Infantil e Fundamental 1 e 2. Em toda a rede, a Prefeitura também ofertará 1.000 vagas na modalidade de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Organização
Os alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação puderam fazer a matrícula com exclusividade do dia 2 a 6. A Prefeitura de Araguaína antecipou o período de matrícula para o grupo de alunos público-alvo do Ensino Especial com o objetivo de facilitar o acesso à escola e também melhorar o planejamento da Rede Municipal de Ensino.

Mesmo com a antecipação, a matrícula dos alunos com deficiência continua sendo realizada. Atualmente, a Secretaria da Educação tem mais de 600 crianças atendidas com esses critérios. São mais de 230 auxiliares que atendem esses estudantes em sala de aula comum.

Novas unidades
A Rede Municipal possui 33 creches e 33 escolas na zona urbana e outras 13 escolas na zona rural.  Desde o início da gestão Dimas, foram ampliadas e reformadas 19 unidades de ensino, seis reconstruídas e 13 novas foram entregues para a comunidade com padrão de excelência. Todas as salas de aula das escolas e creches urbanas e rurais são com ar-condicionado.

Qualidade no ensino
Em 2018, a Educação de Araguaína alcançou metas importantes e de grande relevância dentro do processo de ensino-aprendizagem. Uma delas foi a superação da meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017.

Araguaína teve média de 5,9 pontos na formação das séries iniciais (4º e 5º ano), ultrapassando os 5,8 pontos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC).