Araguaina

Trânsito de Araguaína cumpre todos os critérios de qualificação estadual, segundo o Cetran-TO

No último dia 7, Araguaína recebeu a visita técnica de representantes do Cetran-TO (Conselho Estadual de Trânsito do Tocantins), órgão responsável por coordenar e fiscalizar as ações de trânsito nos estados brasileiros, para a apresentação prévia do resultado de uma fiscalização feita no município. O levantamento avaliou três aspectos principais, Engenharia, Educação e Fiscalização, e segundo o órgão, Araguaína cumpriu todos os principais critérios de qualificação.

Os bons índices foram apresentados em uma reunião com a participação do prefeito Wagner Rodrigues e membros da ASTT (Agência de Segurança, Transporte e Trânsito) de Araguaína.

“Araguaína tem se tornado um grande centro urbano e, em conjunto, nós trabalhamos muito para deixar o trânsito mais organizado e bem-sinalizado. Nosso objetivo é salvar vidas e assim trazer a segurança viária aos usuários, desde os que moram aqui, até os que recebemos, pois temos um fluxo muito grande de pessoas que passam pela cidade”, informou a diretora de Fiscalização da ASTT e representante de Araguaína no CETRAN, Thamiles Vasconcelos.

O resultado da fiscalização de todos os municípios do Tocantins que são integrados ao sistema nacional de trânsito será encaminhado ao Contran (Conselho Nacional de Trânsito) para adoção de medidas preventivas e corretivas quanto a atuação dos órgãos.

Cidade destaque

O presidente do Cetran-TO, Manoel Messias, elogiou as ações da ASTT em relação à engenharia e fiscalização de trânsito, indicando que o trabalho realizado pelo órgão municipal está em conformidade com as normas e diretrizes estabelecidas pelo conselho e pelo CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

“Elogiamos a gestão municipal e toda a equipe técnica por estar cumprindo esses três principais eixos, que proporcionam um trânsito mais seguro e humanizado. Na parte de fiscalização, por exemplo, Araguaína se destaca pelos convênios com a Polícia Militar, possui o seu corpo próprio de agente de trânsitos, além da fiscalização eletrônica que funciona 24 horas. E ficamos felizes em saber que a cidade também vai trabalhar com o videomonitoramento”, disse o presidente.

Além da avaliação positiva, os representantes do Conselho demonstraram a importância da atuação em conjunto. “Estamos à disposição para as melhorias que Araguaína deseja implantar. Sabemos que o município está avançado no trânsito e nos pontos específicos a serem trabalhados, por isso daremos apoio”, disse o vice-presidente do Cetran e representante do Detran no Conselho, Alisson dos Santos.

Mais recursos para o trânsito

Para continuar investindo na manutenção das vias e nas obras de infraestrutura de trânsito, o prefeito Wagner relembrou a importância do repasse de recursos do Renainf (Sistema Registro Nacional de Infrações de Trânsito), sistema que fica com a arrecadação de multas de trânsito de todo o Brasil.

Parte das infrações cometidas no Tocantins são de veículos emplacados em outros estados e os valores recebidos pelo Detran-TO são repassados para os órgãos que aplicaram a infração de trânsito. Segundo o prefeito, Araguaína tem em torno de R$ 3 milhões para receber do Renainf.

Padrão a ser seguido

Outro ponto debatido na reunião foi a particularidade de Araguaína possuir uma rodovia federal e uma estadual que contribuem para os índices de acidentes no perímetro urbano, sendo que a TO-222 se transforma em uma via arterial local e dá acesso a diversos bairros.

“Apesar de ser uma rodovia que pertence ao Estado, a Avenida Filadélfia tem a manutenção feita pelo Município, que sai cara por exigir muito serviço de tapa buraco, devido ao grande tráfego de veículos pesados, roçagem e poda das árvores. Em breve também vamos investir nas alças viárias para melhorar o fluxo, calçadas com acessibilidade e novas avenidas que darão acesso à Avenida Filadélfia”, destacou o prefeito.

Wagner ainda ressaltou que o Município faz um acompanhamento periódico nos loteamentos particulares da cidade para que os proprietários entreguem os novos bairros com asfalto de qualidade e a sinalização de trânsito completa conforme determina a legislação federal. “Nenhum projeto aqui sai sem estar completo, com a sinalização vertical e horizontal, por isso só recebemos se seguirem os padrões”, finalizou o gestor.