ESTADO

Secretaria da Saúde promove mutirão e realiza 69 cirurgias eletivas no Tocantins

Na entrada do centro cirúrgico, os sorrisos traduziam a alegria de quem voltaria a ter rotinas normais. Este era o cenário no Hospital Infantil de Palmas (HIPP), nos dias 23 e 24, quando o médico otorrinolaringologista, Rodrigo Betelli e sua equipe com instrumentadores, enfermeiros, técnicos de enfermagem trocaram o descanso do fim de semana para realizarem mais um mutirão do Opera Tocantins.

No HIPP, 12 crianças foram beneficiadas com a força-tarefa para reduzir a fila de cirurgias eletivas das especialidades geral e otorrinolaringologia, outras seis cirurgias estão programadas para serem realizadas nesta segunda, 25. O cenário se repetiu em outras unidades da gestão Estadual que, aliando o programa do Governo ao reajuste de salário e contratação de médicos especialistas, garantiu especialistas no interior do Estado, tornando possível a realização de 69 cirurgias eletivas entre Palmas, Araguaína e Miracema.

O Secretario de Estado da Saúde (SES), Dr. Edgar Tollini, comemorou o desempenho apresentado nas unidades estaduais. Para ele, “é relevante o esforço que as equipes estão empenhando na realização do Opera Tocantins. Esta descentralização dos atendimentos e agilidade no fluxo dos procedimentos está diminuindo cada vez mais o período de espera pelas cirurgias eletivas no Tocantins”, afirmou.

No Hospital Geral de Palmas (HGP), 20 cirurgias gerais foram realizadas no último sábado, 23, enquanto outras 20 estão programadas para serem realizadas nesta segunda. As cirurgias gerais são procedimentos eletivos que duram em média uma hora e meia, envolvendo toda equipe da cirurgia geral e servidores de apoio. Em Araguaína, no Hospital Regional, o empenho da equipe realizou 20 cirurgias eletivas programadas nas especialidades de otorrinolaringologia e ginecologia. É o segundo final de semana seguido de ações do Opera na unidade, que na última semana realizou 10 procedimentos de mastologia.

Já no Hospital Regional de Miracema (HRM), três mutirões foram realizados, totalizando 17 cirurgias das especialidades de ginecologia e urologia. Ao todo, o HRM realizou nove mutirões desde o início do Opera Tocantins. Outra unidade que tem se destacado no programa do Governo é o Hospital Regional de Augustinópolis que realizou ao todo 30 cirurgias gerais e ginecológicas na última semana.

Opera Tocantins

O Opera Tocantins foi criado pela Lei Nº 3.369/2018, que dá direito ao PAGH-Cirúrgico que confere gratificação aos profissionais contemplados na norma, desde que atuem na realização do procedimento cirúrgico eletivo em horários que não coincidam com o cumprimento de sua jornada ordinária ou extraordinária, como sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e durante a semana em período noturno e madrugada.

Cardiopatias Congênitas

Foram operadas no último final de semana também, fora do programa Opera Tocantins, três crianças no Hospital Municipal Infantil de Araguaína. As cirurgias cardiopediátricas congênitas são realidade devido ao esforço do Estado em ofertar este serviço, com profissionais capacitados e em parceria com o município de Araguaína que possui UTI pediátricas para retaguarda. Ao todo, com a parceria, sete crianças já foram operadas no Estado, diminuindo a fila de espera por este procedimento do Estado.