ESTADO

MPTO vistoria Unidade de Saúde da Família em Taquari após demandas de estudantes

Em resposta às preocupações levantadas por estudantes da Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros, participantes do projeto “Aprendendo Direito, Resgatando Cidadania”, o promotor de Justiça Thiago Ribeiro realizou uma vistoria na Unidade de Saúde da Família Jardim Taquari nesta quinta-feira, 27.

A vistoria revelou que, apesar da unidade ter sido reformada e contar com cinco médicos, esse número não é suficiente para atender à demanda da região, que abrange vários bairros e chácaras.

Além disso, o Anexo da unidade, que abriga a farmácia, o laboratório e o setor de fisioterapia, necessita urgentemente de reformas. As condições do local são precárias, com paredes sujas, mofo, instalações elétricas irregulares e espaço insuficiente para servidores e usuários. O setor de fisioterapia também carece de equipamentos e instalações adequadas.

Confirmando os relatos dos estudantes, a vistoria constatou a falta de aproximadamente 35 medicamentos essenciais, incluindo aqueles para controle da pressão arterial, limpeza de feridas e tratamento de problemas estomacais.

A situação tem gerado alto nível de estresse e insatisfação, tanto entre os moradores, que enfrentam dificuldades no acesso aos serviços de saúde, quanto entre os servidores, que se sentem frustrados por não conseguirem atender adequadamente os pacientes.

Projeto Aprendendo Direito, Resgatando Cidadania

Esta fase do projeto do Ministério Público do Tocantins (MPTO) visa atender às demandas identificadas nos relatórios dos estudantes, buscando soluções efetivas para os problemas. O projeto tem como objetivo aproximar o MPTO da sociedade, promovendo o conhecimento sobre direitos e incentivando a cidadania ativa por parte dos estudantes do Ensino Médio.

(Texto: Shara Alves de Oliveira/ Cesaf-ESMP)

TAGS