Araguaina

“Essa estrutura é fundamental para termos uma cidade mais igualitária, justa e humana”, destacou Wagner na entrega do novo prédio do CREAS

500 atendimentos todos os meses. Essa é a previsão da Prefeitura de Araguaína para o novo prédio do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), inaugurado no último dia 18, no Setor Beira Lago, próximo à Via Lago. A unidade é direcionada para o acolhimento e acompanhamento de cidadãos e famílias em situação de vulnerabilidade pessoal, social, ou que tiveram algum direito violado.

A nova estrutura teve um investimento de mais de R$ 540 mil, sendo R$ 380 mil de uma emenda parlamentar do então deputado Tiago Dimas e cerca de R$ 162 mil de contrapartida da prefeitura.

O prefeito Wagner Rodrigues ressaltou a importância do apoio parlamentar para a concretização da obra e enfatizou que o novo equipamento tem a finalidade de dar mais conforto e qualidade no acolhimento dos que precisam do serviço.

“Queremos muito que esse novo prédio seja um ponto de referência para um atendimento exclusivo para os que necessitam de apoio social. Essa estrutura aqui é para atender bem a nossa comunidade, é fundamental para termos uma cidade mais igualitária, mais justa e mais humana”, disse Wagner.

Serviço completo

Além da estrutura maior e mais cômoda para a população, a secretária da Assistência Social, Trabalho e Habitação de Araguaína, Suzana Salazar, reforçou o preparo da equipe profissional no atendimento aos usuários.

“Inaugurar a nova sede do CREAS é uma conquista, um avanço e uma ampliação dos serviços. Conquista porque o CREAS já tem as suas atividades há vários anos, é uma ampliação porque essa sede possibilita um número maior de atendimentos. Mas, acima de tudo, temos nossa equipe com qualificação e preparação para prestar o atendimento e gerar resultados mais efetivos na vida do cidadão”, afirmou Suzana.

Ao todo, o CREAS trabalha com um quadro de 37 servidores que fazem parte de uma equipe múltipla composta por assistentes sociais, psicólogos, pedagogos, equipe de abordagem que faz o monitoramento e assiste às pessoas em situação de rua, profissionais para orientações jurídicas, além do corpo administrativo e de apoio.

Foco na resolução

Segundo Maria do Socorro Silva de Araújo, coordenadora do CREAS, a unidade faz 380 atendimentos mensais, mas com a ampliação esse número deve chegar até 500, porque a demanda é crescente desde a pandemia. E quem procura o serviço pode ter a certeza de encontrar todo o apoio necessário para a solução da demanda.

“Todo o nosso trabalho é efetivado, nenhum usuário chega no CREAS e sai sem uma resolução. A gente faz todos os encaminhamentos e a rede de apoio nos proporciona essa efetivação”, explica a coordenadora.

A rede abrange os CRAS (Centros de Referência em Assistência Social), o Centro-Dia para pessoas com deficiência, casas de idosos, UBSs (Unidades Básicas de Saúde), Conselho Tutelar, além da parceria com o Juizado da Infância e Promotoria.

Estrutura

O prédio possui 210 metros quadrados e conta com uma recepção, sala administrativa, quatro salas de atendimento individual e familiar, almoxarifado, sala de apoio, dois banheiros com acessibilidade, banheiros feminino e masculino, uma sala multiuso para atividades coletivas de 15 a 20 pessoas de uma só vez, cozinha, despensa e área de serviço, além de um espaço de convivência e permanência.

Quando o CREAS deve ser procurado

O CREAS é um equipamento de abrangência e gestão municipal que faz parte do SUAS (Sistema Único de Assistência Social). É especializado na área de violação de direitos sociais e engloba crianças, adolescentes, pessoas em situação de rua, mulheres que são vítimas de violência, idosos, deficientes e medidas socioeducativas.

De acordo com a secretária Suzana, qualquer pessoa que teve um dos seus direitos sociais violados deve procurar os órgãos de primeiro atendimento, como a Polícia Civil ou algum equipamento de saúde, dependendo da violação que ela sofreu.

“Uma vez atendida, a pessoa é encaminhada por meio de um protocolo e o CREAS começa o acompanhamento dela e da família até ver restituído o direito social violado”, completa Suzana.

O novo CREAS está localizado na Avenida de Ligação, Quadra P01, a mesma rua do estacionamento interno do supermercado Baratão Premium. A unidade funciona de segunda à sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas e os cidadãos podem entrar em contato pelos telefones (63) 3411-7116 ou (63) 99973-9729 para obter mais informações.