Araguaina

Câmara de Araguaína aprova requerimento que solicita distribuição de cestas básicas para os alunos da rede municipal

Os vereadores Soldado Alcivan e Ferreirinha protocolaram um requerimento na Câmara de Vereadores de Araguaína solicitando que a Prefeitura distribua cestas básicas aos alunos da rede municipal de ensino neste período de pandemia.

“Solicitamos ao executivo que posa ser distribuído cestas básicas aos alunos na rede municipal. Uma lei federal autoriza essa distribuição, tendo em vista que já vem verba do governo para a prefeitura. Esperamos que a prefeitura possa encontrar um meio de comprar essas cestas. A maioria dos alunos é carente e a merenda escolar é, as vezes, a principal refeição do dia”, destacou Alcivan.

O requerimento foi aprovado por unanimidade e será encaminhado ao prefeito Ronaldo Dimas.

Ana Paula, que faz parte do movimento das mães de alunos que solicita a doação das cestas básicas, afirma que a entrega desses alimentos é um grande sonho.

“Os vereadores estão a favor do povo, eu fiquei muito feliz porque agora vai dar certo. As crianças receberão as cestas, com fé em Deus”, disse ela, emocionada.

O vereador Ferreirinha destaca que os parlamentares se sensibilizaram com a situação das famílias carentes. “Devido a pandemia, muitos pais e mães estão desempregados. Muitos alunos se alimentam só na escola. De repente com essa pandemia, os pais perceberam os empregos e falta o dinheiro para comprar a comida. O auxílio emergencial do governo não dá para arcar com todas as despesas domésticas”, frisou o parlamentar.

Lei

A lei federal garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes que tiveram suspensas as aulas na rede pública de educação básica devido à pandemia do novo coronavírus.

Dessa forma, pais e responsáveis dos alunos matriculados na educação infantil (creche e pré-escola, de zero a cinco anos), ensino fundamental (de seis a 14 anos) e ensino médio (de 15 a 17 anos) poderão receber os gêneros alimentícios adquiridos pelas escolas com os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).