Política

Wagner reforça cuidado com as pessoas e defende transformações da gestão de Dimas

Agora oficializado candidato a prefeito de Araguaína pelo Solidariedade, o pedagogo especializado em gestão pública, Wagner Rodrigues, 43 anos, terá como foco principal da sua futura gestão seguir as transformações da cidade e dar continuidade total ao trabalho de cuidar das pessoas. A convenção que oficializou nome de Wagner Rodrigues como candidato do grupo do prefeito Ronaldo Dimas (Podemos) ocorreu na manhã deste sábado, 12 de setembro, no Parque Cimba. O evento foi restrito para dirigentes partidários e candidatos a vereador por causa das medidas de distanciamento social de combate à Covid-19, mas teve transmissão ao vivo na internet.

“Tenho o maior orgulho de continuar contribuindo com essa gestão. Eu estou preparado. Vocês terão muita satisfação de levar o nosso nome. Temos disposição de sobra e iremos cuidar da população como viemos cuidando”, ressaltou o candidato, durante o seu discurso.

O candidato a vice-prefeito do grupo será o vereador e suplente de deputado estadual Marcus Marcelo (PL), 47 anos. Além do Solidariedade, a convenção uniu o Podemos, PSD, PROS, Patriotas, PL, Cidadania e Democratas.

O candidato Wagner reafirmou que a sua marca vai ser a busca por resultados efetivos em prol da população da cidade. “O trabalho será reconhecido como o de Ronaldo Dimas”, frisou.

Pai de três filhos, todos araguainenses, Wagner se emocionou antes de falar e agradeceu demais a confiança de Dimas e de todo o grupo político. Experiente em gestão, com passagens em gabinetes do Congresso Nacional, o candidato é parceiro do atual prefeito há quase três décadas. Desde a primeira gestão Dimas, ele era secretário-chefe de Gabinete e foi responsável por ajudar na implantação das políticas públicas da cidade durante a gestão doa atual prefeito.

Por sua vez, o candidato a vice-prefeito Marcus Marcelo lembrou que tomou sua decisão de participar da chapa de Wagner por convicção. “Me orgulho muito da transformação que a cidade passou por esses anos. Em todos os momentos, nunca faltei um compromisso que fiz com Araguaína e com o prefeito Ronaldo Dimas. E me sinto extremamente preparado para contribuir com essa nova gestão e nós juntos vamos fazer a diferença. Conte comigo, estamos juntos, agora é Wagner”, salientou.

Ronaldo Dimas

Ao encerrar seu discurso, em gesto de simbolismo político, Ronaldo Dimas destacou que o momento é de passar o chapéu para o sucesso, Wagner. O prefeito, então, tirou o chapéu e o colocou na cabeça do candidato. Antes, destacou a importância do trabalho em equipe. “Sozinho ninguém faz nada”, argumentou.

Dimas fez também um histórico de Wagner que o auxiliou nas suas gestões na Fieto (Federação da Indústria do Tocantins), no seu mandato de deputado federal e na Prefeitura de Araguaína desde 2013. “Eu me orgulho de saber escolher as pessoas que caminham conosco. Foi isso que vi no Wagner lá em Gurupi, quando ele tinha 19 anos. Já tinha a antena ligada e vi nele o potencial”, destacou.

O prefeito ainda foi enfático ao defender a candidatura de Wagner. “O voto não é só por ele ser presente, mas pela sua visão, grandeza e caráter. Nessa guerra estou preparado de novo, porque de conversa fiada chega, o povo passou borracha nisso, se querem resultado é nesse palco, com Wagner e Marcus Marcelo”, disse.

Gestão transformadora

A deputada estadual Luana Ribeiro (PSDB) enfatizou que Wagner continuará a gestão transformadora de Dimas na cidade.  “Dimas é o homem das obras e que levantou o nome de Araguaína, com tudo funcionando de forma integrada. O maior problema do Brasil hoje é entrar outro gestor que não continua a boa gestão anterior. Quem não conhece o Wagner, não conhece o trabalho do Dimas. Em todo momento o Wagner estava junto com Ronaldo. Contra fatos não há argumentos”.

O deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade) citou que a convenção é o início da caminhada para dar continuidade ao trabalho de Ronaldo Dimas na cidade. “Desde o início da vida pública do meu pai o Wagner estava acompanhando. Dentro desse grupo só existe pessoas sérias comprometidas em promover o bem comum. A transformação que hoje vivemos tem que continuar e sabem a responsabilidade que é ditar o rumo de uma cidade como Araguaína”.

 Líderes partidários

Fizeram parte da convenção presidentes municipais, estaduais e regionais dos partidos que compõem a coligação de apoio a Wagner e Marcus Marcelo. O coordenador da Região Norte do Podemos, Murilo Oliveira, representou a presidente nacional Renata Abreu e destacou que a formação da coligação une todos os partidos no mesmo objetivo.

O presidente do Democratas em Araguaína, Júnior Marzola, colocou o seu partido a serviço do grupo para ajudar. “Temos hoje na nossa base partidos importantes. Wagner não tem uma tarefa simples e nem fácil. Suceder Ronaldo Dimas é a tarefa mais difícil do próximo prefeito e nós estamos nesse projeto”.

O presidente municipal do Podemos, Delegado Rérisson Macêdo, confirmou o orgulho de fazer parte da coligação. “Estar aqui hoje com tantos companheiros maravilhosos e eu não poderia estar mais feliz. Eu tenho a companhia de um transformador e do próximo governador do Tocantins”.

O presidente do PROS, Gilberto Silva, citou que ter o apoio de Dimas é fundamental. “Não vai ser fácil pedir voto para um candidato que não seja apoiado por Ronaldo Dimas”.

Para o presidente do Patriotas, Walisson Silva, Dimas fez a melhor escolha. “Wagner mostrou sua simplicidade e sua humildade. A gente está acostumado com político picareta que promete, Wagner fez diferente. É a transformação que Araguaína vai continuar fazendo”.

O presidente do PSD, Terciliano Gomes, também falou da continuação da gestão. “A nossa decisão é caminhar com aquele que tem condições de dar continuidade à transformação. É a continuidade sem o continuísmo”.

Segundo o representante do Cidadania, presidente Sandro Bandeira, Wagner tem a vivência de Brasília para aprovar projetos, conhece a Câmara Municipal, conhece Palmas e é a melhor escolha. “Política é um processo, ele não acordou candidato, na política tem que ter sentimento e coração. E isso não falta paro Wagner”.

O vice-presidente do Solidariedade, Raimundo Palito, reafirmou que seu candidato é o do Dimas. “Por que Wagner? Sempre esteve com Dimas e estudou bastante. Em todas as obras e ações, tinha um dedo do Wagner. Ninguém tem mais capacidade técnica e administrativa para suceder Ronaldo Dimas. A chapa está completa, mais capacitada não existe”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Aldair da Costa (Gipão), lembrou das ações da Câmara no mandato do Dimas. “Muitas vezes tivemos que tomar posicionamento para que a transformação acontecesse”.