Política

Valderez quer que imobiliárias suspendam prestações de loteamentos e outros imóveis

A deputada estadual, Valderez Castelo Branco (Progressistas), apresentou nesta quarta-feira (22), requerimento ao Governo do Estado, que solicita às imobiliárias do Estado do Tocantins, a viabilidade de suspensão por até 90 dias das prestações de financiamento de imóveis como casas, apartamentos e lotes para famílias tocantinenses em situação de vulnerabilidade devido à crise provocada pelo novo Coronavírus.

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse (DEM), decretou estado de calamidade pública em razão da pandemia da Covid-19 causada pelo novo Coronavírus. O Decreto n° 6.072, que trata sobre o assunto, foi elaborado em razão da grave crise de saúde pública, econômico-orçamentária e social decorrente da pandemia do novo Coronavírus, declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O texto foi aprovado pelos deputados na Assembleia Legislativa do Tocantins (Alto), no último dia 6 de abril.

Segundo a parlamentar, além dessas questões, também é preciso pensar em todas as instâncias, nos cidadãos e cidadãs afetados por essa crise. “Uma parcela da população vê-se atualmente impossibilitada de arcar com compromissos imobiliários, devido a inúmeros fatores como, por exemplo, a redução de receita familiar neste período”, declarou.

Dessa forma, a suspensão por até 90 dias de prestações de financiamento de imóveis como casas, apartamentos e lotes para famílias tocantinenses em situação de vulnerabilidade permitiria, assim, que as pessoas possam pagar contas prioritárias como alimentação e higiene.