AÇÃO POLICIAL

Serial Killer é apontado como autor do triplo homicídio em Araguaína; ele é investigado na morte de mais outras pessoas

O delegado Adriano de Aguiar Carvalho da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP – Araguaína), concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (28), onde deu mais detalhes sobre a prisão do suspeito de ter matado três homens no dia 27 de maio deste ano, nas proximidades de uma rotatória na Avenida Filadélfia, em Araguaína.

O caso chamou a atenção pois os três homens foram encontrados mortos em um matagal nas proximidades da Avenida Filadélfia.

Vítimas do crime da rotatória

As vítimas eram Simião Neto Pereira (48 anos), Francisco Regis Freitas Gonçalves (31 anos) e Manoel Cassiano de Oliveira (46 anos). Simião havia saído de sua casa no setor Nova Araguaína conduzindo uma moto. Ele foi buscar Manoel, que é motorista de caminhão. No retorno para casa eles foram baleados. Já Francisco voltava do setor Nova Araguaína e iria para o setor Universitário. Ele trabalhava no ramo de verduras.

Não existe iluminação artificial na Rua Beira Lago (local dos crimes), apenas na Av. Filadélfia (cerca de 10 metros à frente). O fato ocorreu na segunda noite da “superlua de sangue”, proporcionando leve claridade.

Foram encontradas manchas de sangue no asfalto, indicando que uma ou mais vítimas foram mortas na pista, todos os capacetes apresentavam perfurações, as duas motos estavam jogadas na ribanceira direita da pista e todas as vítimas estavam com seus celulares e suas carteiras nos bolsos.

Vítimas

Serial Killer

O suspeito preso é Renan Barros da Silva, de 22 anos. Intitulado pela PC como o “Serial Killer”, Renan é suspeito de ter cometido mais outros dois assassinatos em Araguaína e um outro no Maranhão. Conforme o delegado, o suspeito saía a noite só para matar e agia sozinho. Ele não conhecia as vítimas e não havia uma motivação para os crimes.

Arma dos crimes

A pistola utilizada nos homicídios é uma 380 e foi localizada no estado Maranhão com um comparsa que praticava furtos com ele.

As investigações apontaram que Renan ficava hospedado no Bairro JK e foi até o local do crime (triplo homicídio) de bicicleta, ele abandonou a bicicleta e voltou para o hotel que fica na BR-153.

Morte de jovem na TO-222

Renan Barros também é suspeito de ter matado um jovem de 21 anos, que foi encontrado morto no dia 22 de novembro de 2020 às margens da rodovia TO-222, no trecho entre o Distrito de Novo Horizonte e o setor Barra da Grota, em Araguaína. A vítima era Luiz Gonzaga Dias da Silva Neto.

Segundo a Polícia Militar, o corpo estava com várias perfurações provocadas por disparos de arma de fogo. O jovem foi encontrado por populares ao lado de sua motocicleta.

Setor Palmas

Renan é investigado na participação da morte de Fernando da Silva Brito, que foi assassinado no dia 3 de novembro de 2020, no setor Palmas, em Araguaína.

Vítima no Maranhão

O Serial Killer também possui três mandados de prisão contra ele. Renan se encontra preso em São Luís (MA) e havia sido capturado na cidade de Rondon (PA).

delegado Adriano de Aguiar Carvalho