AÇÃO POLICIAL

Oficiais da Polícia Militar são homenageados pelo legislativo municipal de Paraíso

Foto: Kaillane

Na manhã dessa terça-feira, 23, dois Oficiais do 8º BPM foram homenageados com Moção de Aplausos pela Câmara Municipal de Paraíso do Tocantins.

Os Oficiais da PMTO lotados no 8º Batalhão de Paraíso do Tocantins, Cap PM Nilson Pereira dos Santos e 2º Ten PM Gilson Pereira dos Santos, em sessão solene na Câmara de Vereadores local, receberam uma primorosa homenagem requerida por dois integrantes daquela casa de lei, e subscrita pela grande maioria dos demais legisladores municipais.

A homenagem se deu, primordialmente, como forma de congratulação pelos grandes, importantes e destacados serviços prestados durante mais de 30 anos na Polícia Militar, sendo quase toda esta história na cidade de Paraíso e Vale do Araguaia.

Foto: Kaillane

Os Oficiais, que são irmãos e entraram na Corporação no mesmo concurso no início de 1992, já deveriam estar na Reserva Remunerada, porém, por decisão de ambos, ainda permanecerão na atividade por mais um tempo. “Embora já tenhamos a consciência de que fizemos o papel para o qual nos propusemos quando entramos na nobre Instituição, ainda nos resta a vontade de colaborar um pouco mais nas atividades da PMTO, servindo nosso povo, exatamente por amar a Polícia Militar do Tocantins, de quem nos orgulhamos e honramos, onde somos valorizados e respeitados”. Disse o Capitão Nilson Pereira.

Para o Comandante do 8º BPM, Tenente Coronel PM Denyure de Menezes Cavalcante, este tipo de reconhecimento daqueles que representam o povo é de grande valia para o policial militar e sua família, além de ser uma honra para a corporação. “É sempre muito importante o profissional ser reconhecido publicamente pelo que representa para a sociedade tanto na sua prestação de serviço, quanto na sua vida pessoal, social e familiar. A PMTO, através do 8º BPM, se sente honrada por tamanha honraria a dois de seus integrantes que realmente merecem, uma vez que são de condutas ilibadas e honram fervorosamente a causa da segurança pública”. Disse.

Foto: Kaillane