AÇÃO POLICIAL

Mulher é presa pela Polícia Civil após romper tornozeleira eletrônica e tentar fugir de Araguaína

Encontra-se recolhida na carceragem da Unidade Prisional Feminina de Babaçulândia, no Norte do Estado, uma mulher de 23 anos de idade, suspeita pela prática do crime de dano ao patrimônio público. Ela também responde a ação penal por tráfico de drogas e foi capturada na noite desta quarta-feira, 27, por policiais civis da 2ª Divisão Especializada na Repressão ao Tráfico de Drogas (2ª DENARC), de Araguaína, no momento em que tentava fugir da cidade em um ônibus que saía com destino a Goiânia.

De acordo com o delegado José Anchieta de Menezes Filho, titular da Denarc e responsável pelo caso, a suspeita, que já havia sido presa pela unidade antidrogas da Polícia Civil do Tocantins no ano de 2019, teria cortado a tornozeleira eletrônica que estava utilizando para fugir da cidade e escapar do processo criminal que responde por tráfico de drogas.

“Já estávamos monitorando as ações da mulher quando obtivemos informações de que ela estaria tentando fugir da cidade em direção a Goiânia. Imediatamente, nos deslocamos até a BR-153 e conseguimos abordar o coletivo em que ela estava, no momento em que este se aproximava de um posto de combustíveis, a cerca de 10 km do centro de Araguaína”, disse o delegado.

Em seguida, a mulher foi conduzida até a Central de Atendimento da Polícia Civil da cidade, onde foi autuada por crime de dano ao patrimônio público, passando a custódia do sistema prisional e permanecendo à disposição do Poder Judiciário.