AÇÃO POLICIAL

Idosa é presa ao tentar sacar empréstimo com documentos falsos em Araguaína

Uma rápida intervenção efetuada pela equipe de policiais civis da 3ª Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (3ª DEIC), de Araguaína resultou na prisão, em flagrante de uma mulher de 65 anos de idade, no início da tarde desta quarta-feira, 1º, na cidade localizada a cerca de 400 km de Palmas.

Comandada pelo delegado-chefe da 3ª DEIC, Jodivan da Silva, a idosa, que é suspeita pela prática do crime de uso de documento falso e tentativa de estelionato, foi abordado por agentes da unidade policial especializada no momento em que estava no interior do Banco do Brasil de Araguaína e tentava sacar o dinheiro de empréstimo, utilizando-se de documentos falsos.

Segundo a autoridade policial, as equipes da 3ª da Deic receberam uma denúncia anônima informando que uma pessoa estaria tentando sacar dinheiro pela segunda vez de empréstimo consignado do INSS supostamente com o uso de documentos falsos, fazendo-se passar uma pessoa que é beneficiária do INSS.

Desse modo, os policiais civis foram até a agência bancária e, após constatar a veracidade das informações e do delito que estava em curso, deram voz de prisão a mulher que então foi conduzido até a sede da 3ª DEIC, onde foi autuada, em flagrante, pelo crime de uso de documento falso e tentativa de estelionato.

Com o aprofundamento das investigações, os policiais civis da unidade especializada descobriram que em fevereiro de 2020, a mesma mulher foi autuada pela 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Goiânia pelos crimes de falsificação de documento público e uso de documento falso. Ainda com base nos levantamentos efetuados, os policiais também descobriam que, em janeiro de 2021, a mulher havia sido autuada em Campos Belos. No estado de Goiás pelo crime de estelionato.

Após os procedimentos legais cabíveis, a mulher foi recolhida à Cadeia Pública Feminina de Ananás, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.