TRÂNSITO

Governo do Tocantins realiza campanha de conscientização contra o assédio às mulheres no trânsito

Buscando garantir o respeito e a segurança às mulheres, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Mulher (SecMulher) e o Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO), deu início na tarde desta quarta-feira, 26, a campanha de combate à violência contra a mulher em diversos municípios do estado. Com o tema Todas fortes na rua – Seu destino é seu direito, a iniciativa visa sensibilizar os condutores e demais usuários das vias quanto ao assédio e demais comportamentos discriminatórios direcionados às mulheres, com foco no trânsito. O trabalho contou também com o apoio da Polícia Militar do Tocantins (PMTO) e Polícia Civil (PC).

Com a campanha “Todas Fortes na Rua – Seu Destino é Seu Direito“, estamos entregando materiais didáticos e educativos, promovendo ações de orientação e mobilizando comunidades em 42 municípios. Estamos realizando importantes blitz em locais estratégicos, que destacam a relevância e o alcance dessa campanha. Nosso objetivo é claro: criar uma cultura de respeito e igualdade, onde as mulheres possam se sentir seguras e valorizadas”, destacou a Secretária de Estado da Mulher, Berenice Barbosa.

O presidente do Detran/TO, Willian Gonzaga, enfatizou a relevância desta ação no combate ao assédio às mulheres no trânsito, promovendo o respeito nas vias do estado. “Gostaria de agradecer a secretária Berenice pelo convite e parabenizar toda a pasta por esta campanha. Nós sabemos dos desafios que esta temática possui no estado, principalmente no trânsito, por isso, realizamos esta ação que teve o objetivo de sensibilizar nossos condutores quanto ao respeito às mulheres nas vias”, pontuou o presidente.

“Hoje, o trânsito tocantinense conta com número expressivo de condutores femininos, representando mais de 31% dos habilitados em todo o estado, então esta ação se mostra não só importante, como também necessária.”, complementou.

Com abordagens coletivas e individuais, as equipes evidenciaram a gravidade da temática de violência contra as mulheres no trânsito e reforçaram a criminalidade da prática, incentivando uma mudança de postura por parte dos condutores, pedestres, ciclistas e motociclistas.

As campanha contemplou os municípios de Aliança do Tocantins, Alvorada, Ananás, Araguaçu, Araguaína, Araguatins, Augustinopolis, Colinas, Colmeia, Combinado, Cristalândia, Figueiropolis, Formoso do Araguaia, Guaraí, Gurupi, Itacajá, Lagoa da Confusão, Luzimangues, Miracema, Miranorte, Muricilândia, Nova Olinda, Nova Rosalândia, Novo Acordo, Palmas, Palmeirópolis, Paraíso, Pau D`Arco, Pedro Afonso, Peixe, Pium, Porto Nacional, Santa Fé do Araguaia, Santa Terezinha, São Bento, São Miguel, Sítio Novo, Talismã, Taguatinga, Tocantinópolis, Wanderlândia e Xambioá.

Em Palmas, servidores das pastas atuaram em locais estratégicos da capital: na Avenida LO 4, em frente ao Parque dos Povos Indígenas, Avenida Juscelino Kubitschek (JK), e na Avenida Tocantins, em Taquaralto. As localidades possuem um alto fluxo de veículos, o que permitiu ampliar o alcance da mensagem da ação.