CIDADES

Desigualdade social cai no Tocantins, mas pobreza extrema ainda assombra a população

Os resultados utilizam dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua de 2012 a 2019, entre outras fontes.

De 2012 para 2019, a pobreza medida pela linha de US$ 5,5 PPC, no estado do Tocantins caiu de 38,7%% para 32,7% das pessoas. Já a extrema pobreza (US$1,90 PPC) aumentou alcançando 8,0% da população. De 2012 a 2019 44 mil pessoas passaram a condição de extrema pobreza no estado, interrompendo uma série de queda que e estabilidade que foi do ano de 2012 a 2017. Os mais afetados por esse movimento econômico foi a população preta ou parda, entretanto as mulheres, de maneira geral conseguiram um aumento superior ao rendimento médio per capto. Os homens saíram de R$901,00 em 2012 para R$ 1022,00 em 2019, enquanto elas saltaram de R$887,00 para R$1054,00.

A diferença salarial vem se estreitando no estado, principalmente se considerarmos as ocupações formais.