Araguaina

Caminhoneiros que cruzam Araguaína pela BR-153 continuam sendo testados para covid-19

Os caminhoneiros que cruzam Araguaína por meio da BR-153 continuam recebendo atendimento sobre a covid-19. Nesta terça-feira, 23, das 8 às 14 horas, a Prefeitura e parceiros realizaram mais uma ação de testagem e orientação à categoria no posto de controle da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O serviço retornará no mesmo horário e local na quinta-feira, 25.

Foram aplicados 50 testes ofertados pela Secretaria Estadual da Saúde e dois motoristas tiveram confirmação para covid-19. André Ramos, 37 anos, é um dos homens que descobriram a contaminação e, segundo ele, já estava com suspeita. “Há 30 dias eu senti alguns sintomas, como febre, tosse, dor no corpo e perdi o olfato. Fiquei uns cinco dias assim. À época, fiz dois testes e os dois deram negativo”, explicou.

André ia de Imperatriz para Colinas do Tocantins e aceitou ficar no espaço para isolamento criado pela Prefeitura de Araguaína, onde receberá atendimento médico, alimentação completa e materiais de higiene por sete dias. O local tem quartos equipados com camas individuais e ar-condicionado.

De acordo com a médica Ana Caroline Fernandes, que atendeu o motorista, os sintomas não descartam uma contaminação atual. “Nós sabemos que o teste reage depois de sete dias dos sintomas e mesmo estando assintomático deve cumprir um período de isolamento de sete dias”.

Já o companheiro de equipe de André, que viajava junto, testou negativo para a doença e pode seguir depois da desinfecção da cabine realizada pelos bombeiros. Além das instituições já citadas, participou da ação a Polícia Militar (PM).

Perfil dos casos
A ação é parte de um trabalho de avaliação do perfil epidemiológico da covid-19 em caminhoneiros que passam pelo Tocantins. Os motoristas são parados no posto da PRF e são submetidos a testagem rápida para covid-19 e ainda recebem a vacina contra a influenza após triagem pelas equipes da Saúde municipal.

Segundo o mestre em ciências da saúde e assessor da Secretaria Municipal da Saúde, Lucas Moreira, esse sistema ajuda a analisar o controle realizado. “Precisamos ter ideia de onde e como as pessoas estão se infectando para que as tomadas de decisões sejam mais efetivas para o enfrentamento da doença”.

Outras ações
Desde abril, a Prefeitura realiza ações de atenção à saúde dos caminhoneiros em passagem por Araguaína. De acordo com os dados da Secretaria da Saúde, mais de mil caminhoneiros já receberam atendimento em postos de combustíveis e na PRF, com aplicação de vacina contra gripe, atendimento médico, doação de kit de higienização e testagem para covid-19.