CIDADES

ASPMET e Prefeitura de Dois Irmãos debatem cumprimento de direitos para os servidores do Município

O presidente da Associação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Tocantins (ASPMET) Ronaldo Sérgio, acompanhado de uma comissão de servidores da Saúde e do Quadro Geral do Município estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (01) com o prefeito de Dois Irmãos do Tocantins, Geciran Saraiva Silva, que estava acompanhado dos Secretário da Administração, da Secretaria da Saúde e também de alguns vereadores.

Segundo o presidente, o objetivo da reunião era apresentar algumas demandas dos servidores associados à entidade no município. Entre as demandadas apresentadas o presidente solicitou o pagamento das Data-base dos anos de 2018,2019,2020 e 20121 que não foram pagas. Foi solicitado também o pagamento dos adicionais noturno e de insalubridade que nunca foram pagos no município e também foi solicitado o cumprimento do PCCR dos servidores da saúde e do quadro geral que nunca foi implantado mesmo já tendo sido aprovado pela Câmara Municipal e sancionado ainda no ano de 2013.

Ao usar a palavra, o prefeito Geciran afirmou que está estudando todas as situações e que é compromisso dele está cumprindo com todos os direitos dos servidores.

“Sabemos que os problemas são muitos, mas tenho a consciência de que assumir para fazer a diferença e isso quero fazer. Quero valorizar os nossos servidores, pois sei que isso não vinha acontecendo. Quando eu estava como vereador tinha o desejo de fazer isso, mas não tinha as possiblidades e agora como prefeito sei que tenho essa possibilidade e irei fazer”, disse.

“Quero aqui agradecer o prefeito Geciram pela receptividade e por esta aberto ao diálogo. Quero agradecer também a Câmara Municipal pelo empenho na luta pela solução dos problemas existentes hoje no município no que se refere os servidor público. Acreditamos que o diálogo é a base de tudo e graças a Deus esse diálogo começou acontecer. Trabalhamos sempre com muito respeito, coerência e principalmente responsabilidade, porque o nosso papel como entidade não é criar problema e sim fazer parte da solução dos problemas existentes”, finalizou o presidente da ASPMET, Ronaldo Sérgio.