Araguaina

Após idoso ser dado como morto pelo SAMU de Araguaína, repórter reanima vítima após perceber que ainda estava respirando

Raimundo Nonato Santana da Silva, de 71 anos, sofreu um mal súbito e caiu da moto em que conduzia. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (29), na Avenida Castelo branco, em Araguaína.

O SAMU compareceu ao local, fez os procedimentos de primeiros socorros e constatou a morte do idoso. O SAMU chegou até colocar Raimundo dentro do saco para a chegada do rabecão do IML. Entretanto, a equipe da Polícia Militar e o repórter e apresentador do Programa Fatos e Notícias, Geovanni Pereira, perceberam que o idoso ainda estava vivo.

“Acredito em milagre de Deus”, afirmou o repórter.

Geovanni e os policiais militares realizaram massagem cardíaca no idoso e o SAMU foi acionado novamente, que desta vez encaminhou o homem ao Hospital Regional de Araguaína.

Nota do Samu

A Secretaria da Saúde de Araguaína informa que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/192) enviou duas unidades, básica e avançada, para atendimento ao idoso. As equipes realizaram procedimentos de ressuscitação e, baseado em avalição técnica, foi constatado o óbito.

Após realizados os procedimentos e a equipe se deslocar, o idoso começou a se mexer e as equipes o encaminharam ao hospital de referência. A secretaria informa ainda que está apurando internamente o prontuário médico do paciente para entender o ocorrido.