AÇÃO POLICIAL

Acusado de matar homem por causa de ciúmes da ex-namorada é condenado

Em sessão do Tribunal do Júri realizada na comarca de Arapoema, o Ministério Público do Tocantins (MPTO) obteve, nesta quinta-feira, 2, a condenação de Marcelo Evangelista Rodrigues. O conselho de sentença acatou a tese de homicídio qualificado mediante dissimulação cometido contra Matheus Henrique Pereira de Sousa e condenou o acusado a 12 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado.

O caso aconteceu na noite de 15 de setembro de 2019, próximo ao campo de futebol no Povoado Cantão, município de Bandeirantes do Tocantins. Segundo os autos do inquérito, o crime foi motivado por ciúmes de Marcelo Evangelista em relação à namorada da vítima, a quem o réu já havia pedido em namoro anteriormente. Marcelo arquitetou um plano para atrair Matheus para sua casa e lá o atingiu de surpresa com golpes de faca, causando lesão no fígado e no rim direito.

Socorrido por pessoas próximas ao local, a vítima foi encaminhada ao hospital e faleceu após nove dias de internação em UTI, em decorrência dos ferimentos. O réu fugiu para a casa de seu avô, no município de Bernardo Saião, onde foi preso pela Polícia Civil.